5 FRASES DE NELSON MANDELA QUE A GRANDE MÍDIA PREFERE ESCONDER

Esta semana o mundo perdeu um dos maiores líderes da História. Nelson Mandela faleceu quinta-feira, no dia 5 de dezembro de 2013, aos 95 anos, em Pretória, África do Sul. Principal agente político do fim do apartheid e da abertura política de seu país, sua morte gerou comoção mundial e a mídia o tem tratado como unanimidade.

O que é questionável porém é a descaracterização de sua postura política, o esvaziamento de sua ideologia e a exposição deste homem somente como um quase santo o qual fomentou as tão importantes mudanças em seu país sendo apolítico e pacífico sob quaisquer condições, este retrato não condiz com a realidade. Essa estratégia de alguns setores da mídia conservadora visa tão somente a neutralização de sua influência perante o atual cenário e configuração política de nossa sociedade.

Diante destas constatações nada melhor que conhecermos Madiba por suas próprias palavras, termos conhecimento real dos posicionamentos deste personagem que marcou a humanidade. Abaixo seguem cinco citações dele que dificilmente você verá divulgadas na Grande Mídia:

1. “Nós concordamos com as Nações Unidas quando esta declara que disputas internacionais devem ser solucionadas por vias pacíficas. A postura beligerante adotada pelo governo de Israel é inaceitável a nós. Se temos de nos referir a qualquer uma das partes como Estado terrorista, devemos fazê-lo em relação ao governo Israelense, porque eles são os que estão massacrando árabes inocentes e indefesos nos territórios ocupados e não consideramos isto aceitável.”

2. “Nem Bush nem Tony Blair forneceram evidências da existência de armas deste tipo (no Iraque). Porém o que sabemos é que Israel possui armas de destruição em massa. Ninguém fala sobre isso. Qual a razão de possuirmos um parâmetro para um país, especialmente quando este é negro, e outro para outro país, Israel, que é branco?”

3. “Se existe um país o qual cometeu atrocidades inimagináveis pelo mundo este é o Estados Unidos da América. Eles não se importam com a humanidade.”

4. “Desde sua alvorada a Revolução Cubana tem sido fonte de inspiração a todos os povos amantes da liberdade. Admiramos os sacrifícios do povo cubano em manter sua independência e soberania diante do imperialismo imoral que arquiteta campanhas que visam destruir o impressionante avanço realizado desde a Revolução Cubana. Vida longa a Revolução Cubana. Vida longa ao camarada Fidel Castro.”

5.  “A pobreza massiva e a desigualdade obscena são terríveis chagas de nossos tempos – tempos os quais o mundo galga impressionantes avanços na ciência, tecnologia, indústria e acumulação de riqueza – porém ainda assim temos de conviver com a escravidão e o apartheid. Dar fim a pobreza não é um gesto de caridade. É um ato de justiça. É a proteção de um direito humano fundamental, o direito a dignidade e a uma vida decente. Enquanto a pobreza existir não há liberdade genuína.”

As citações foram retiradas do original em inglês encontrado em: http://www.existenceisresistance.org/archives/3091

fidel-y-nelson-mandela

Anúncios

24 respostas em “5 FRASES DE NELSON MANDELA QUE A GRANDE MÍDIA PREFERE ESCONDER

  1. Gostaria de lembrar outras frases de Mandela que ao eives de criar atrito ajudam a criar o bem:

    “Uma boa cabeça e um bom coração são sempre uma combinação formidável.”

    “Depois de termos conseguido subir a uma grande montanha, só descobrimos que existem ainda mais grandes montanhas para subir.”

    “A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo.”

    “Ser pela liberdade não é apenas tirar as correntes de alguém, mas viver de forma que respeite e melhore a liberdade dos outros.”

    “Eu aprendi que a coragem não é a ausência de medo, mas o triunfo sobre ele. O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas aquele que conquista por cima do medo.”

    “Se falares a um homem numa linguagem que ele compreenda, a tua mensagem entra na sua cabeça. Se lhe falares na sua própria linguagem, a tua mensagem entra-lhe diretamente no coração.”

    “Se tu queres fazer as pazes com o teu inimigo, tens que trabalhar com o teu inimigo. E então ele torna-se o teu parceiro.”

    “Tudo parece impossível até que seja feito.”

    “É melhor liderar a partir da retaguarda e colocar outros à frente, especialmente quando estamos a celebrar uma vitória por algo de muito bom que aconteceu. Mas deves tomar a linha da frente quando há perigo. Desta forma as pessoas irão apreciar a tua liderança.”

    “O dinheiro não cria o sucesso, mas sim a liberdade de criar o sucesso.”

    • Minha intenção não foi denegrir a imagem de Mandela, se notares publiquei até mesmo um poema em sua homenagem. O que quis foi demonstrar a hipocrisia de alguns veículos de mídia que se fosse hoje o teriam apedrejado nos noticiários mas que agora tentam de toda forma neutralizar seu discurso para que o setor político o qual ele pertencia perca influência.

      • Gostei do texto e também não acho que as frases publicadas diminuam a pessoa que ele foi. “Para ser grande, sê inteiro”, já dizia o poeta. Abraços!

      • Desconheço a autoridade das fontes, mas as frases – em sendo verdadeiras – mostram como a mídia pode limitar-se (ou ser limitada) a publicar o que interessa aos poderosos – o que, naturalmente, não é nenhuma novidade em lugar algum do mundo.

    • E ai então? Quantos mártires deverão nascer e morrer por uma causa? Quantos de nós partiremos sem conhecermos o sentido da vida? Talvez nunca saberemos, pois o que procuramos está dentro de nós, mas ainda não achamos a forma de encontrar… Alguns souberam, mas o tempo foi curto em fazê-los entender… Alguém seremos, mas será tarde demais!

    • Existe uma grande diferença entre ser pacífico e passivo. A mídia tenta mostrar que Mandela era passivo. Muitas vezes precisamos guerrear para alcançarmos a paz. E o clã Madiba são guerreiros de batalhas, mortes ate que fossem libertos do apartheid.
      .

      • Não vi nada de mal nos tais discursos omitidos pela midia! Nada de mal. Acreditem amigos, que a revolução, têm varias etapas. O que pensamos hoje, poderemos não voltar a pensar numa outra ocasião… Lembremos que quando Madiba foi preso e condenado ele defendia a luta armada e sabotagem, para atingir os seus fins, a quando da sua saída, pediu ao seu povo que deitassem as armas, catanas ,e facões ao mar…

  2. Esquecem (ou tentam fazer esquecer) que até ser preso, Mandela era um fomentador de revoltas, revoluções, guerrilhas como todo idealista que vê na guerra a única forma de alcançar a paz! milhares morreram e se não o tivessem mantido preso, certamente, seria hoje mais um herói morto. Enquanto preso, seus companheiros guerreavam, matavam, morriam aos milhares pressionando desta forma, o mundo a tomar partido da causa negra Sul-Africana. Quando saiu já com quase 72 anos de idade, sem a imprudência da juventude e e com o país já em processo de pacificação, tento percebido que a luta armada era pior que usar as palavras, preferiu estas. Assim, com o peso dos anos que nos trás sabedoria(em alguns casos) e já com o país declarado democrático e com eleições livres marcadas, tornou-se presidente e dai usou seu coração de líder para continuar avançando. Não esqueçamos que Mandela se inspirou e elogiava o governo de Fidel que para muitos é um péssimo governo e terrorista! Td. Vai do ponto de vista!
    Mas, Parabéns, Mandela, pela segunda fase de sua vida!

    • Só não rio antes desse tipo de comentário que se espalha pela internet afora porque rir demais também mata. O simplório discurso de que há uma “segunda fase pacifista” do Mandela a qual devemos elogiar e a primeira condenar. Não sejam ingênuos para não dizer tolos. A vida de um homem é encarnada na história, com seus gestos e suas lutas. Sem o Mandela da primeira fase jamais haveria a segunda. E foi justamente o seu histórico engajado que lhe deu força e moral para que conseguisse realizar algo na presidência tempos depois. E não fique zangado comigo, Sr. Freitas. Seu comentário foi tomado apenas como toque de caixa.

      • Esquece-se ele que é por revoltas e levantes populares que a maioria dos avanços foram conquistados pela população. Nunca existiu uma mudança social significativa sem violência, os detentores do poder nunca largaram nem largarão a teta sem se sentirem ameaçados. Não sei se os que condenam Mandela e outros por fomentar revoltas são ignorantes ou desonestos, sei que é um pensamento tão raso que dá tédio.

      • Fale-me mais sobre quão raso, ignorante ou desonesto é a LUTA PACIFICA de Mahatma Gandhi e Dalai Lama…. o quanto então foi e esta sendo em vão a lutas destas duas pessoas apenas, ou fale-me um pouco do sacrificio de Jesus pelos seus seguidores em detrimento a uma luta armada ou odio?
        Bonito discursinho de vamos esquecer os podres e santificar logo, assim ninguem descobre que a Africa do Sul e o Apartheid foi uma negociata com a familia Rockfeller……
        Porra
        Porraaaaa
        Porrraaaaaaa

        Vai LER caralho, se informa cacete, quanta burrice reunida num só lugar!

    • muito bem colocado, este e um caso que tem que se olhar o passado e por que ele foi preso, o depois da prisao aconteceu por que teve tempo para ver a evolução do que estava acontecendo.

  3. O mais interessante é que nas homenagens do funeral de Mandela a pessoa mais aplaudida pelo povo sul-africano foi o presidente dos Estados Unidos, o Obama logo o povo da África do Sul não entendeu nada que Mandela falou? Por que a presidente do Brasil não foi aplaudida? Por que o presidente de Cuba não foi aplaudido? Ora, será que o povo é burro?

  4. Muito pertinente esse artigo. Ótimo contaponto às costumeiras estratégias da mídia de descaracterizar figuras políticas como a de Madiba segundo os interesses hegemônicos. Como ficaria feio demonizá-lo (como fazem com Fidel e outros) resolveram criar o Madela “Paz e Amor”, um pacifista quase ingênuo e meio abobalhado. E por alguns comentários postados aqui podemos perceber a eficácia dela em produzir papagaios de pirata, prontos a reproduzir de forma acrítica o que é lançado em seus cérebros.

  5. Não acredito na violência. Acredito, sim, na resistência activa pela Palavra, na resistência passiva, na quebra do zelo, e cada vez mais na grande Praça do Protesto que são as redes sociais, por enquanto um mecanismo ainda caótico e impotente de mudança política.

    O homem e político Mandela amadureceu na privação da liberdade, tornou-se sábio, permeável ao amor fraterno, abriu os horizontes do seu coração não só em relação às clivagens étnicas mas certamente também em relação às clivagens ideológicas: em relação aos islâmicos, a Israel e aos Estados Unidos, qualquer um pode tomar partido contra extremistas em qualquer lado. Mas é pela pacificação e a visão de conjunto nacional que se pode julgar um líder como Mandela. Há muito a fazer no mundo na sua esteira.

  6. Alguém pode me explicar por que o CNA e o Mandela, ao chegarem no poder em 1994, adotaram o Neoliberalismo? Se ele elogiava tanto o Socialismo e pregava contra as desigualdades, não dá para entender essa política econômica até hoje em vigor na África do Sul, que continua controlada pelo CNA.

  7. Admiro os heróis de cada época assim como as pessoas que os prestigiam depois
    de sua partida, mas maior herói que Jesus Cristo ainda não teve e jamais terá, mas
    ainda existem milhões de pessoas que ainda não o reconhece como o Salvador da humanidade .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s