OS NEONAZISTAS, A UCRÂNIA E A REDE GLOBO

Desde novembro temos assistido a Ucrânia passar por diversas demonstrações contra o governo depois que o presidente Viktor Yanukovich, do Party of the Regions, declinou da proposta de integrar o país ao bloco econômico da União Europeia. A escalada da violência dos atos é evidente e as últimas notícias computam cinco mortos e mais de duzentos feridos na revolta que ficou conhecida como Euromaidan.

O que pouco é explorado nos noticiários é o caráter, as características políticas das lideranças do movimento, assistindo a grande mídia a única informação que conseguimos captar é que são manifestantes democratas que anseiam por se aproximar da Europa por compartilhar de valores civis ocidentais. Uma análise mais aproximada nos expõe outros fatos, no entanto.

Observemos a imagem do protesto abaixo:
Svoboda-MinisterioG

Nela podemos constatar duas bandeiras, a do partido de extrema direita Svoboda (Liberdade) em amarelo e azul e a do Exército Insurgente da Ucrânia em preto e vermelho, que para os desatentos facilmente passa por uma bandeira anarquista, uma rápida pesquisa porém nos informa que o Exército Insurgente da Ucrânia também possui valores neonazistas e estas duas organizações aliadas constituem a vanguarda das massas.

O analista político Dmitry Babich explana numa entrevista a Reuters: “estes neonazistas se envolveram e penso que devemos chamar algo pelo seu nome real. Os ultranacionalistas da Ucrânia ocidental são neonazistas.”

Esta foto de um dos manifestantes tem muito a nos dizer:
ukrainian-nationalists-attacked-police.si

Mais interessante é a análise dos atores políticos, as alianças e movimentações entre os líderes do levante e as lideranças ocidentais. O site de notícias Nihilist nos informa que o partido de oposição UDAR (Ukrainian Democratic Alliance for Reform) liderado pelo ex-boxeador ucraniano Vitaly Kitschko está em coalisão com o Svoboda, e que o primeiro foi fundado há três anos e é financiado pela fundação “Konrad Adenauer Stiftung”, criada pela primeira-ministra alemã Angela Merkel.

Podemos ver Klitschko (direita) e o líder do Svoboda, Oleh Tyahnybok, juntos em um ato nesta imagem:
ukraine

Essa ligação constitui evidência de financiamento estrangeiro ao golpe, principalmente se considerarmos que o presidente Yanukovich ofereceu ontem ao líder do partido de oposição Arseniy Yatsenyuk o cargo de primeiro ministro e ao próprio Klitschko o cargo de deputado do primeiro ministro encarregado de assuntos humanitários, e hoje ambos declararam que declinam da proposta e que a pauta de assinatura do acordo com a EU e antecipação das eleições continua como exigência.

Nesta foto podemos ver ambos:
25_klitschko_g_w_LRG

Digno de nota também é o encontro do líder do Svoboda, Oleh Tyahnybok, com o senador republicano John McCain noticiado pelo Channel4 no dia 16 de dezembro do ano passado. Com a atos revolta em crescimento, parece que o senador não poderia deixar de planejar alianças com seus semelhantes. Registrado em:
cain-replace_LRG

Feitas todas essas considerações, o último comentário pertinente é sobre a postura da Rede Globo diante de todas essas conexões evidentes. Em matéria publicada no G1 na última quinta feira dia 23, o tom de exaltação aos manifestantes é evidente aos mais atentos, todas essas ligações expostas acima são ignoradas e as únicas vozes ouvidas caracterizam o governo como ditadura e o levante como revolução, o texto ainda fecha com uma declaração “inspiradora” de Klitschko: “Se for preciso brigar, brigarei; se for preciso marchar sob as balas, marcharei sob as balas”.

Parece que nosso maior veículo de mídia já escolheu seu lado.

Anúncios

Uma resposta em “OS NEONAZISTAS, A UCRÂNIA E A REDE GLOBO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s